Composé

Composé Lifestyle - Arquitetura e Inspiração

Como escolher a iluminação certa para sua casa.

Além do ponto de luz existente nos cômodos, sempre é necessário fazer um reforço com as chamadas luzes de apoio, que, além de exercerem diferentes funções, dão aquele up na decoração. Também são bons recursos para adicionar luminosidade ao espaço sem a necessidade de obras. Mas, além de formas, materiais e cores, é importante prestar atenção a algumas características dessas peças.
 

ABAJUR

• Prefira lâmpadas brancas quentes (2700K ou 3000K).
• A cor da cúpula interfere muito na iluminação do ambiente. As claras são ótimas para iluminar, e as escuras são sempre mais cenográficas e servem para dar um charme.
• O tamanho do abajur deve ser compatível com o tamanho das mesas laterais ou auxiliares.
• São peças bem ecléticas: quando cansar de uma cúpula, mude somente esta peça. Vai dar outra cara para o ambiente.


 

COLUNA

• Não tem espaço para uma mesa lateral com um abajur? Então, opte por uma luminária tipo coluna.
• Se o desejo for adquirir uma coluna para leitura, prefira um modelo articulado para orientar a cúpula conforme a melhor posição ao sentar.
• Se a ideia é ter uma luz tipo sanca, a melhor pedida são as com cúpula com luz de rebate – que jogam a iluminação para o forro de forma tênue.


 

ARANDELA

• Este modelo precisa de um planejamento maior, pois é necessário um ponto de luz na parede, o que requer uma obra.
• Arandelas com fachos de luz para cima e para baixo são ótimas para entradas de residência e escadas.
• Uma composição de microarandelas pode substituir o uso de quadros, formando desenhos de luz.

Fonte: RevistaDonna