Composé

Composé Lifestyle - Arquitetura e Inspiração

Tudo sobre a bancada de porcelanato

A bancada de porcelanato é uma opção com bom custo benefício para banheiros e cozinhas.

A variedade de acabamentos é enorme, desde cores lisas até estampas e texturas que imitam madeira ou concreto, por exemplo. E as cubas podem ser esculpidas no mesmo material, deixando o visual ainda mais interessante.

Mas existem várias dúvidas sobre ela, que podem ser esclarecidas a  seguir:

  • A bancada de porcelanato trinca fácil?

Essa dúvida surge devido à pequena espessura do porcelanato, que é a mesma do material usado no piso. Mas ele é fixado com reforço nas bordas, sem grandes vãos livres, por isso trincas não são comuns. Existem histórias de bancadas de porcelanato que racharam, mas isso normalmente está associado a problemas estruturais da casa ou do prédio onde elas foram feitas, que causam excesso de movimentação, ou então a execuções mal feitas da própria bancada. Pode também ter sido usado porcelanato de má qualidade. O mais normal é que ela não sofra rachaduras a não ser que sofra uma batida muto forte.

  • A bancada de porcelanato mancha?

Outra questão frequente sobre a bancada de porcelanato é se ela mancha com facilidade, assim como os granitos ou mármores claros sem impermeabilização. Como o porcelanato é usado muitas vezes em bancadas para substituir esse tipo de pedra, justamente para evitar as manchas, não adianta nada se ela manchar do mesmo jeito. Mas a boa notícia é que o porcelanato é mais impermeável do que as pedras naturais, que são mais porosas, por isso mesmo sem impermeabilizantes ele não costuma manchar.

  • Como é feita a bancada de porcelanato?

A fixação da bancada de porcelanato é fixada na parede através de grapas e mãos-francesas chumbadas na parede, assim como é feito na bancada de granito por exemplo. O porcelanato é apoiado sobre essas peças, e nos locais de apoio são colocados reforços também de porcelanato, deixando a peça mais grossa.

E na cuba esculpida e na frente da bancada são colocadas peças na vertical, criando saias da medida que se quiser. Se olhar por baixo da bancada, então, Será possível ver um “L” formado pela frente e pelo tampo da bancada. Essa forma esconde o fundo das chapas de porcelanato e também o sifão que liga o ponto de água na parede ao ralo da cuba.

A junção das peças de porcelanato nas quinas formadas por esse “L” precisam ser feitas com cuidado. As chapas são chanfradas a 45 graus nas bordas para se encontrarem umas com as outras, evitando que se veja a lateral das peças. E em seguida é aplicada massa plástica na cor da peça para esconder essa junção ainda mais.

  • Como encomendar uma bancada de porcelanato?

Existem duas formas de mandar fazer uma bancada de porcelanato. Você pode comprar o porcelanato que desejar, e então levar esse revestimento a um profissional que corte esse porcelanato nas medidas da bancada e execute toda a peça. Ou então essas empresas podem ser contratadas a partir do zero, e elas mesmas fornecem o material.

Existem várias marmorarias que fazem bancadas de porcelanato, e também existem empresas especializadas, as porcelanatarias. A vantagem de escolher o material de quem irá executar a bancada é que os tamanhos das peças que eles fornecem normalmente podem ser maiores do que as peças usadas no piso. E isso gera menos emendas na bancada.

  • A bancada de porcelanato é cara?

A bancada de porcelanato não é a mais barata, pois sua execução é trabalhosa, especialmente pelas quinas a 45 graus. Como as peças são finas, têm pouca espessura, esse chanfro não é tão fácil de ser feito. Por isso alguns tipos de granito são mais baratos do que a bancada de porcelanato, principalmente os granitos mais baratos.

Mas a bancada de porcelanato tem características similares às pedras industrializadas, e não são tão caras como elas. Elas ficam com visual homogêneo e podem ter cores claras e lisas como elas, sem manchar. Podem ter cubas esculpidas, e também podem ter uma infinidade de cores e acabamentos. E o preço se assemelha mais a uma bancada de granito São Gabriel, por exemplo, que não é o mais barato nem o mais caro dos granitos. Por isso o custo-benefício é considerado uma vantagem das bancadas de porcelanato, mesmo não sendo a opção mais econômica.

É preciso apenas tomar cuidado com orçamentos abusivos, comparando preços. Algumas empresas fazem orçamentos 2 ou 3 vezes maiores do que outras, sem terem maior qualidade, por isso vale pesquisar. E preferencialmente contrate empresas especializadas, acostumadas a lidar com o porcelanato.

 

- Fonte

Texto: Dicas de Arquitetura

Imagens: Pinterest